ADVOCACIA OU CONCURSO PÚBLICO: QUAL É O MELHOR CAMINHO?

ADVOCACIA OU CONCURSO PÚBLICO: QUAL É O MELHOR CAMINHO?

Qual o melhor caminho? Advocacia ou concurso público?

Dificilmente um estudante de Direito passará pela faculdade sem ouvir sobre o “leque de oportunidades” que esse curso possibilita. Mas diante de tantas possibilidades, é natural surgirem dúvidas sobre qual caminho seguir após a graduação.

Quem se forma em Direito pode optar por uma carreira dinâmica na advocacia privada, ou escolher a estabilidade dos concursos públicos, por isso separamos os principais benefícios de ambas as carreiras para você descobrir qual delas faz mais sentido para sua vida profissional!

– Como escolher entre advocacia ou concurso;
– Diferenças entre advocacia e concurso público;
    · Advocacia
    · Concurso público
– Remuneração;
– Atualização permanente;
– Outras opções de carreiras.

Como escolher entre advocacia ou concurso

Pode ser difícil comparar os benefícios entre advocacia e concurso público, entretanto, essa escolha deve acompanhar principalmente seu gosto pessoal e seu estilo de vida. Analisando seu perfil você irá descobrir qual caminho é o melhor para o seu futuro.

Independentemente de qual seja sua escolha, saiba que haverá obstáculos e desafios, pois ambas as carreiras exigem dedicação, comprometimento e estudo constante para que você seja um bom profissional.

É importante destacar que não há como tentar seguir os dois caminhos, isso irá apenas atrasar seu desenvolvimento. Se escolher a advocacia, busque aprimorar seus conhecimentos práticos e teóricos, já que essa carreira é mais flexível e requer maior iniciativa. Então se o seu perfil é mais empreendedor ou criativo, poderá se encontrar na advocacia.

Já os concursos públicos, oferecem uma certa estabilidade, principalmente financeira, mas possuem uma restrição quanto a atuação profissional, nesse caso, pode ser uma boa alternativa para quem gosta de rotinas e não se incomoda de ter que realizar sempre as mesmas atividades.

Veja também: Advocacia para Startups, veja como iniciar na área.

Diferenças entre advocacia e concurso público

Advocacia

Para se sair bem na advocacia, é preciso ter metas bem definidas e realizar um planejamento estratégico com seus objetivos. Estabelecer sua área de atuação e seu modelo de trabalho são pontos cruciais para dar os primeiros passos na advocacia.

Muitas vezes o sucesso na advocacia está associado as habilidades empreendedoras desenvolvidas pelo advogado, por isso, a criatividade, resiliência e inovação costumam acompanhar os advogados mais bem-sucedidos.

O principal desafio para advogados iniciantes, assim como para qualquer profissional recém-formado, será encontrar e conquistar clientes. Porém, quando se é um especialista, essa busca se inverte e os clientes naturalmente procuram por você.

Siga na advocacia se você:

– Gosta de ter mais autonomia e é proativo(a);
– É persistente e determinado(a);
– Está disposto(a) a empreender para ter maior rentabilidade;
– Gosta de uma rotina e atuação mais flexível.

Leia a seguir: Quais os métodos de solução de conflitos e como se especializar?

Concurso público

Talvez a grande característica de quem opta pelos concursos públicos seja a busca pela estabilidade. Mas essa estabilidade não é absoluta, já que ser aprovado(a) em um concurso exige diversas mudanças na sua vida.

Muitos concursados são designados para trabalhar em outras cidades ou estados, e por vezes ficarão longe de seus familiares. Além do mais, os concurseiros precisam estabelecer uma rotina diária de estudos e a tão sonhada aprovação pode demorar anos.

Mas se você gosta de ter uma rotina determinada e a estabilidade financeira é algo que te move, os concursos públicos definitivamente podem ser o melhor caminho profissional para você.

Os concursos público são ideais para você se:

– Gosta de rotinas e de ter controle sobre seu trabalho;
– Busca estabilidade financeira;
– Sabe lidar com frustrações e falhas;
– Tem um perfil resiliente.

Conheça a pós-graduação em Advocacia Pública!

Remuneração

A remuneração pode ser o fator determinante ao escolher entre uma carreira na advocacia ou seguir para um concurso público.

Como você viu anteriormente, o concurso público oferece estabilidade financeira, e para um recém-formado em Direito, os valores pagos nos cargos públicos são extremamente atraentes. Vale lembrar que cada concurso terá sua base de remuneração, mas há um limite nacional para a remuneração que é o salário dos membros do STF.

Por outro lado, quando se trata de remuneração na advocacia, o céu pode ser o limite. Se você for um advogado empreendedor, poderá alcançar ganhos superiores aos dos ministros do STF, vez que além de prestar serviços jurídicos, poderá atuar como professor universitário, mentor, palestrante, escritor de livros e muito mais!

E mesmo que não queira empreender ou ter seu próprio escritório, há ótimas possiblidades de trabalho para advogados em empresas, com remuneração competitiva, possibilidade de ascensão na carreira e benefícios, mas claro, o mercado é exigente e busca os profissionais mais bem qualificados.

Leve sua advocacia para o próximo nível: MBA em gestão estratégica da advocacia.

Atualização permanente

Embora existam diferenças entre a advocacia e os concursos públicos, há um ponto em comum entre ambos os modelos de carreira: a atualização profissional constante.

Você terá que continuar estudando sobre assuntos inerentes ao seu cargo, e há muitos cargos públicos ligados ao Direito, como Magistrados, Delegados, professor universitário e analistas jurídicos, todos exigem estudo constante nas principais disciplinas do Direito e alguns tem como requisito ou prova de títulos, uma pós-graduação.

Como o Direito segue os avanços da própria sociedade, é natural que o advogado se atualize constantemente, já que todos os anos surgem novas leis, decisões e entendimentos jurídicos.

Dessa forma, se especializar garante não só que você se mantenha atualizado, mas também é uma excelente forma de se destacar da concorrência e criar um perfil mais atraente para o mercado de trabalho, aumentando suas chances de obter uma remuneração realmente satisfatória.

Leia também: Calúnia e violência doméstica.

Outras opções de carreiras

Nesse momento, você já deve ter uma noção mais clara de qual caminho quer seguir, mas não se limite apenas as carreiras mais clássicas da advocacia ou do mundo dos concursos públicos.

Com uma formação em Direito, você pode seguir em um cargo público e ainda desenvolver outras ambições pessoais, como se tornar um professor ou palestrante.

Se optou pela advocacia, também poderá estabelecer uma rotina mais clara e criar um plano para conquistar sua estabilidade financeira, é o que ocorre com advogados especialistas que optam por seguir como consultores jurídicos.

Conclusão

Ao decidir entre a advocacia ou os concursos públicos, leve em consideração seu perfil, seus gostos pessoais e seus objetivos como profissional.

Imaginar o que você quer para sua vida nos próximos anos será a chave para fazer essa escolha, mas lembre-se que em qualquer um dos casos, você precisará se especializar e obter conhecimento de qualidade.

Na POSESA você aprende com grandes nomes do Direito e terá toda a base necessária para advogar com segurança!

Clique aqui e conheça nossos cursos de pós-graduação!



×