posesa.com.br/pos-graduacao-oficial-oab/
 
Tecnologias que favorecem a área jurídica

Tecnologias que favorecem a área jurídica

Você já deve ter ouvido dizer que o Brasil está entre os países com maior número de advogados no mundo, certo? Essa informação é verdadeira. No cálculo per capita, o país tem um advogado para cada 190 pessoas, o que representa muita competitividade entre os profissionais.

A tendência é que o profissional de Direito continue a enfrentar um mercado de trabalho competitivo e, por isso, precise se diferenciar continuamente. Dominar tecnologias que agilizem o trabalho e aumentem o potencial de sucesso nos tribunais é fundamental para o crescimento da carreira.

Nesse post, vamos explicar algumas das tecnologias que já são usadas nos melhores escritórios de advocacia e, cuja aplicação no Direito, tende a aumentar. Conheça:

Machine learning

Tecnologias de Inteligência Artificial são uma grande tendência em muitas áreas, inclusive no Direito. Especificamente, o Machine Learning pode auxiliar na tomada de decisão e também agilizar as funções operacionais de um escritório de advocacia.

O Machine Learning consiste em criar algoritmos para ensinar uma máquina a realizar tarefas. Uma grande quantidade de dados é analisada para gerar  padrões de comportamento que definem como o computador vai proceder em cada situação.

Em um escritório de advocacia, essa tecnologia pode ser utilizada para reunir as leis que podem ser utilizadas em determinada petição, por exemplo. Outras utilizações possíveis são o acompanhamento de processos on-line, a busca por inconsistências em contratos, dentre outras.

O objetivo é que o advogado tenha mais tempo para dedicar-se às atividades estratégicas e intelectuais e não perca tempo em tarefas operacionais. 

Blockchain 

Blockchain é uma estrutura tecnológica composta por blocos informacionais criptografados. Até recentemente era utilizado apenas no setor financeiro, mas a segurança e a possibilidade de autenticação que oferece fizeram com que fosse adotado, também, no meio jurídico.  

Utilizando o Blockchain, escritórios de advocacia podem gerenciar contratos, atestar a autenticidade de documentos e armazenar dados confidenciais, por exemplo.

Quando um bloco de informação é inserido na rede, ele não pode ser modificado ou removido e é visível para todos os integrantes daquela rede. Essa tecnologia agrega segurança nas transações jurídicas e torna a gestão do escritório mais eficiente.

Jurimetria

A jurimetria é um método de análise de dados considerada uma métrica para o poder judiciário. A Associação Brasileira de Jurimetria (ABJ) define esse recurso como “estatística aplicada ao Direito”.

Na prática, um software de jurimetria coleta dados em sites de tribunais e organiza-os de acordo com o critério que o usuário do sistema define, como área do Direito, local ou duração do processo, por exemplo. Em seguida, o software gera estatísticas e probabilidades.

A partir desse levantamento, o advogado consegue compreender quais são as decisões mais frequentes do tribunal ou, até mesmo, do juiz que está analisando, por exemplo. Ele pode, ainda, visualizar que tipo de ação é mais comum de acordo com a localização, perceber como é o andamento de processos de cada área e assim por diante.

Estrategicamente, o advogado pode usar essa tecnologia para aconselhar clientes ou analisar o procedimento adotado por cada juiz. Trata-se de um método de análise totalmente baseado em dados, que permite elaborar previsões e planejar-se melhor.

Por outro lado, é possível identificar nichos de atuação advocatícia para captação de novos clientes, bem como estabelecer novas teses jurídicas de acordo com as decisões recorrentes.

Legal Design

O Legal Design é a união de três áreas: Direito, Design e Tecnologia. É uma metodologia de solução de problemas, que gera resultados criativos e focados na experiência do cliente. Dessa forma, agrega valor à prestação de serviços jurídicos.

Quando aplicado de maneira contínua, o Legal Design pode auxiliar na gestão da sua carteira de clientes e na fidelização desse público. Ele consiste em utilizar recursos visuais para criar soluções para problemas dos clientes ou do escritório. Essas soluções são testadas em conjunto com o cliente e então aplicadas. 

Um exemplo é o design em documentos judiciais para que eles sejam mais compreensíveis para o cliente ou em petições para que os magistrados compreendam melhor o caso. Com a adesão da equipe, a ferramenta pode ser utilizada também em atividades internas do escritório e acabar gerando engajamento na equipe.

A tecnologia é uma aliada dos advogados! Machine Learning, Blockchain, Jurimetria e Legal Design são apenas algumas dentre muitas tendências do Direito. Além delas existem muitas outras, como as Lawtechs e Legaltechs,  o marketing jurídico e o Service Blueprint, por exemplo. 

Os profissionais do Direito devem manter-se abertos para novidades do setor, a fim de estarem sempre à frente da concorrência. Seja um profissional atualizado! Conheça o curso de Direito, Inovação e Tecnologia da ESA/MG e dê um upgrade na sua carreira!



×